Resumo 2017

20x30-AMBX0374Todas as coisas da vida funcionam melhor quando planejamos, é assim que eu penso, e na corrida não há outra forma de fazer as coisas bem feito se não for com planejamento. No dia 5 de janeiro resolvi comemorar meu aniversário de uma forma diferente, busquei uma maratona que caísse no mesmo dia, escolhi Amsterdam e assim comecei meu ano.

Mas eu já estava inscrito na maratona de SP, que aconteceria em abril e na maratona de Rio em junho… Será que daria certo me inscrever em 3 maratonas para o mesmo ano? Depois de 5 anos após a primeira maratona, tomei a decisão e fui.

Para dar certo, precisava ter uma base forte e manter o fortalecimento foi de fundamental importância para não ter nenhuma lesão grave nesse período. Claro que em alguns momentos algumas dores incomodaram, pequenas inflamações no tendão calcâneo e dores musculares na panturrilha e coxa. Mas com pequenos ajustes e o cuidado certo não evoluíram e nem fizeram eu me afastar da corrida e isso foi muito importante para manter o volume de treinos alto.

WhatsApp Image 2017-12-03 at 14.13.38Fora as 3 provas principais fiz 23km em Igaratá, 15km na New Balance, a meia de Sampa e agora no finalzinho do ano, pós maratona e recuperado de tudo, 5km na Rolling Stones e mais 21km no Rei da Montanha. Essa última fora do asfalto para dar um estímulo diferente para as pernas e confesso que tenho uma queda e carinho por provas de montanha. Já fiz algumas e é sempre uma experiência boa!

22730455_1488923804517614_6902354716145397190_nAno que vem já tenho meu calendário de provas definido e o foco será em completar a maratona do Rio para 03h30 e em setembro completar VIVO a Mizuno Uphill. No primeiro semestre vou usar provas de montanha para ganhar força suficiente para a Up, e a brincadeira começa com Igaratá novamente, depois 28 praias em abril e KTR de Campos em maio fechando o ciclo de provas fora do asfalto. Até esse momento espero estar bem e forte o suficiente para trabalhar só o volume no asfalto e sentar a bota no Rio e depois na Mizuno. Vamos ver.

Que 2018 seja tão lindo quanto 2017.

 

Deixe uma resposta